O LAGO DE CORUPUTUBA

A foto acima obtive em 1967 com a minha antiga Bieka. É o lago da Fazenda Coruputuba, em Pindamonhangaba.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

curtaventura


Um mês e pouco eis o que dura a tua vida dura
É curta a tua vida dura a tua vida curta
Nasces trabalhando e te desculpando por viver
Nasceste? Limpa já os excrementos de teu ser
E vai em frente ajudando as irmãs que vão nascer

Multiplica os teus esforços aprende coisas novas
A cada três dias muda a tua especialidade

Agora fabricas cera depois vens receber
A doce carga trazida à porta de tua casa
Pela multidão de irmãs que chegam zumbindo as asas
Depois és guarda, depois operária pelo céu
A caminho do sol e da flor em busca de mel

Com trinta e cinco dias fraca e velhinha
Já não podes trabalhar e não queres dar trabalho
Abandonas a colmeia para morrer sozinha

Abelha para ti o mel deste poema espalho

É curta a tua vida curta a vida é uma aventura
Curta enquanto dura essa tua vida curta e dura

Poema de Paulo Tarcizio da Silva Marcondes
Livro "Terra Vegetal" - Registro na Bibl. Nac. n. 13.608